Conselho Deliberativo

  • Rubens Naves (Abr 2017 - Dez 2019)
    Presidente do Conselho

    Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde foi professor de Teoria Geral do Estado e exerceu a chefia do Departamento de Teoria Geral do Direito. Autor da obra Advocacia em Defesa do Estado (2008) e de artigos, trabalhos e publicações no campo do Direito, também atua como consultor de empresas, associações e fundações, integrando grupos de trabalho na esfera governamental e delegações internacionais. Rubens Naves participou do Conselho Estadual do Meio Ambiente, da Superintendência Jurídica da SABESP e do Conselho Deliberativo do Tribunal Arbitral do Comércio.Ex-Diretor da CESP e Ex-Presidente da Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança e do Adolescente, faz parte do Conselho de inúmeras entidades do terceiro setor. Esteve em exercício no Conselho da OAB/SP, noConselho Diretor da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, no Conselho da Fundação SEADE. Fundador e conselheiro da Transparência Brasil é membro do Conselho Consultivo da ABERJE Associação Brasileira de Comunicação Empresarial, da Fundação Faculdade de Medicina, da USP, e da Comissão de Estudos do Terceiro Setor do Instituto dos Advogados de São Paulo. Integra a Comissão de Direito do Terceiro Setor, da OAB.

  • Maria Augusta Cabral de Oliveira (Abr 2017 - Dez 2019)

    Bacharel e licenciada em Ciências Biológicas pela USP. Mestrado em Zoologia, com estudo em Comportamento e Ecologia das Abelhas Meliponíneos, pelo Instituto de Biociências da USP, com orientação do Dr. Paulo Nogueira Neto. Doutorado em Saúde Pública, na área de Educação e Promoção da Saúde pela Faculdade de Saúde Pública da USP, sob orientação do Dr. Fernando Lefevre.Atuou como professora durante 25 anos na Universidade Presbiteriana Mackenzie, ministrando aulas nos cursos de Ciências Biológicas e Pedagogia, sendo responsável por diversas disciplinas como: Ecologia, Educação Ambiental, Instrumentação para o Ensino deCiências (Ensino Fundamental) e Biologia (Ensino Médio). Foi professora do Instituto Superior de São Paulo - Singularidades, ministrando disciplinas de Didáticas para o Ensino de Ciências, Educação Ambiental e Estudos de Natureza / Sociedade, voltados para os ensinos infantil e fundamental I. Através do Instituto, atuou em Cursos de Formação de professores do ensino infantil e fundamental (Ciclos I e II), bem como participou de ¿Programas de Formação Continuada de Professores¿ para escolas públicas e privadas em São Paulo e no interior. No Instituto, orientou diversos trabalhos de conclusão de curso (TCC) na área.Atuou como professora e coordenadora de Ciências em diversas escolas privadas da cidade tais como: Santa Cruz; Vera Cruz; Logus; Galileu Galilei; Methodo e Escola da Mônica. Coordenou projetos sobre Meio Ambiente e Educação Ambiental, em parceria com diversas instituições, voltados para alunos, professores e educadores de saúde, em Ubatuba.No Terceiro Setor, atuou em programa de educação voltado para crianças da Favela Jaguaré, com diferentes temas: Meio Ambiente; Horta; Zoologia; Botânica e Saúde. Atualmente, desenvolve programas de educação na empresa OAK Educação e Cultura, orientando e preparando materiais didáticos. Fazendo parte da equipe de formadores, atua em processos de formação para professores e educadores, em ações educativas e pedagógicas especificas para os programas construídos pela instituição.

  • Carmen Lúcia Visconti Weingrill (Dez 2015 - Dez 2017)

    Graduada em Biologia pela Universidade Federal de São Carlos (Ufscar) tem especialização em gestão na área de saúde pela Fundação Getúlio Vargas e atua na área de sustentabilidade socioambiental e responsabilidade corporativa. Atuou no desenvolvimento de programas educacionais do Instituto Ethos (2002- 2005) e Fundação Getúlio Vargas (2005-2007) e do programa de capacitação em relatórios de sustentabilidade da Global Reporting Initiative-Aberje. Como pesquisadora do Centro de Estudos para Sustentabilidade (GVces), participou da coordenação do Índice de Sustentabilidade (ISE BMF Bovespa).No período de 2012-2015 atuou como editora assistente da Scientific American - Brasil e atualmente é gestora de projetos da Rede Nossa São Paulo.

  • Márcio de Miranda Santos (Dez 2015 - Dez 2017)

    Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1976), mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa (1981), doutorado em Genética Bioquímica pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto/Universidade de São Paulo (1991) e pós doutorado pela universidade de Harvard. Atualmente é Diretor Executivo do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, uma organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia. Tem experiência na área de Agronomia, atuando principalmente nos seguintes temas: biodiversidade, recursos genéticos, propriedade intelectual, genética vegetal e melhoramento de plantas, estudos de futuro e gestão da inovação

  • Jussara de Lima Carvalho (Dez 2015 - Dez 2018)

    Diretora Regional do ICLEI para a América do Sul desde 2014, é graduada em Engenharia Química, Mestre em Saneamento e Hidráulica, e Doutora em Governança da Água. Foi secretária-executiva do Comitê de Bacias do Estado de São Paulo e coordenou o plano de bacias hidrográficas e cobrança de recursos da água. Foi também Secretária de Meio Ambiente da Cidade de Sorocaba entre 2009 e 2014, levando a cidade a ganhar o segundo lugar em 2012 e o primeiro lugar em 2013 no ranking das cidades paulistas inscritas no Programa Município Verde-Azul, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente.

  • Rosana Filomena Vazoller (Dez 2015 - Dez 2018)

    Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com mestrado em Ciências Biológicas - Microbiologia -pelo Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) e doutorado em Engenharia - Hidráulica e Saneamento - pela Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), unidades da Universidade de São Paulo- USP. Foi docente pesquisadora da USP junto a EESC e ICB. Especializações em microbiologia de anaeróbios pela Cornell University -EUA e pela Université des Sciences et Technique de Lille - França. Experiência em microbiologia aplicada ao saneamento básico e ambiental, com ênfase sobre a bioquímica e diversidade microbiana de arquéias metanogênicas. Foi consultora do Programa Nacional de Pesquisas em Saneamento Básico - PROSAB-FINEP-CNPq e dos Laboratórios Nacionais de Referência em Microbiologia Aplicada ao Saneamento Ambiental (LNMSA-FINEP-CNPq). Atualmente dedica-se a Educação para a Ciência em Microbiologia, Biodiversidade e Meio Ambiente, desenvolvendo e supervisionando projetos e produção de materiais didático e paradidático. Atua em organizações do terceiro setor, integrando os Conselhos Deliberativos do Instituto Samuel Murgel Branco, SP e do Centro de Referência em Informação Ambiental, Campinas, SP. É Conselheira eleita do Conselho Regional de Biologia-1 e associada da Sociedade Brasileira de Microbiologia. Como sócia-fundadora da empresa OAK Educação Meio Ambiente responde pela Diretoria de desenvolvimento de projetos.

Conselho Fiscal

  • Luiz Henrique Proença Soares (Mai 2013 - Abr 2016)

    Sociólogo Doutor pelo Instituto de Urbanismo de Paris - Troisième Cycle en Urbanisme et Amménagement du Térritoire (1979a 1982) e Deplôme d'Etudes Approfondies en Urbanisme et Amménagement du Térritoire, pelo Instituto de Urbanismo de Paris, Universidade de Paris XII (1978 a 1979). Diretor Adjunto de Produção de Dados da Fundação Seade desde 1995. Áreas de interesse: Administração Pública, Planejamento Urbano e Regional, Políticas Públicas e Sistemas de Informações Socioeconômicas. Foi diretor da Diretoria de Cooperação e Desenvolvimento (DICOD - IPEA), da Diretoria de Estudos Regionais e Urbanos (DIRUR - IPEA) e presidente do IPEA.

  • Marcelo Couceiro (Mai 2017 - Abr 2020)

    Atualmente, Sócio Líder de grupo de empresas de consultoria tributária e empresarial, serviços de suporte contábil, societário e empresarial, bem como serviços de consultoria legal empresarial internacional. Pós-graduado em Direito Tributário Internacional no Instituto Brasileiro de Direito Tributário - IBDT, USP; MBA executivo na Business School São Paulo - BSP; Pós-graduado em Direito Tributário no Instituto Brasileiro de Estudos Tributários - IBET, SP; Formado em ciências contábeis e direito pelas Universidades de Mogi das Cruzes - UMC e UNIP, respectivamente. Possui 17 anos de experiência em Consultoria Tributária liderando projetos de planejamento tributário, due diligences, assessoria em processos de privatização, reestruturações societárias, transfer pricing e revisões dos tributos federais em geral. Foi Gerente Sênior de Tax Advisory, Tax Controversy e Tax Compliance da Ernst Young por 5 anos, desenvolvendo trabalhos de planejamento tributário, revisões dos tributos em geral e defesas administrativas em matéria de tributos diretos. Foi Diretor de impostos na Baker Tilly Brasil Auditores e Consultores, responsável pela consultoria tributária do escritório de São Paulo. Foi instrutor de assuntos tributários da Universidade Corporativa da Ernst Young - EYU. Também ministrou treinamentos de assuntos tributários para staff e gerentes de Auditoria na Baker Tilly Brasil Auditores e Consultores. Associado do Instituto Brasileiro de Direito Tributário - IBDT-SP. Membro do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças de São Paulo - IBEF-SP. Membro associado da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade - ANEFAC. Ministrou treinamentos in company sobre procedimentos de apuração e revisão dos tributos em geral para capacitação de profissionais técnicos dos departamentos fiscais de empresas, foi responsável pela área de Consultoria Tributária Internacional da Directa Tax Services para atendimentos as questões da rede internacional de firmas de Auditoria e Consultoria - PKF Internacional. Nos últimos cinco anos dedicou-se a Presidência para o Brasil da PKF Brazil Auditoria e Consultoria e também como Membro do Board Latan bem como representante Latan do grupo de International Tax da PKF International. Participou nos últimos cinco anos de reuniões e palestras internacionais sobre assuntos contábeis e fiscais do Brasil em âmbito internacional. Possui diversos artigos técnicos em matéria de direito tributário internacional, sendo a última publicação em dezembro de 2016 sobre transparência fiscal no conceito BEPs com as diretrizes determinadas pela OCDE.

  • Vera Gomes (Mai 2017 - Abr 2020)

    Socióloga responsável pela coordenação de projetos da OAK Educação e Cultura e assessora junto ao Grupo Roversi há 30 anos. É associada fundadora do Instituto Samuel Murgel Branco e membro do Conselho Deliberativo, atualmente exercendo o cargo de Vice-Presidente. Graduada do Curso de Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Diretoria Executiva

  • Vanderlei Perez Canhos (Dez 2015 - Dez 2018)
    Diretor Presidente

    Possui graduação em Engenharia de Alimentos(1971), mestrado em Ciência de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (1975) e doutorado em Food Science and Technology pela Oregon State University (1980). Diretor Presidente do Centro de Referência em Informação Ambiental-CRIA desde 2000. Atua na definição de estratégias e diretrizes para o desenvolvimento de politicas públicas voltadas à gestão e manutenção de sistemas de informação sobre biodiversidade. Participou da implementação da Rede Brasileira de Informação em Biodiversidade (BIN-Br) e coordenou o projeto de implantação da Rede speciesLink (2001-2005), um sistema distribuído voltado à integração dinâmica e visualização espacial de dados de amostras biológicas depositadas em coleções científicas brasileiras. Atuou também como coordenador do projeto openModeller (2005-2009), um ambiente computacional com foco na modelagem de nicho ecológico de espécies. No momento coordena o projeto de definição do ponto focal brasileiro no escopo do projeto da União Européia; Distributed Dynamic Diversity Databases for Life - 4D4Life com foco no desenvolvimento do Catálogo da Vida (2009-2012), e os projetos de desenvolvimento do Sistema de Informação de Coleções de Interesse Biotecnológico-SICol (SICol 4 e SICol 5). Nos últimos 10 anos atuou em vários comitês nacionais e internacionais, contribuindo para o desenho e desenvolvimento de várias iniciativas na área de informática para biodiversidade, incluindo a Rede Interamericana de Informação sobre Biodiversidade (IABIN), o Instituto Virtual de Biodiversidade do Programa Biota-Fapesp, o Global Biodiversity Information Facility-GBIF. No período de 2001 a 2005 atuou como consultor da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) na definição de diretrizes para a operação e gestão de Centros de Recursos Biológicos e atualmente coordena a participação do Brasil no projeto demonstrativo de implementação destas diretrizes em coleções nacionais. É membro do Conselho Diretor do species2000 (Catálogo da Vida-CoL) e do Conselho Diretor do ETI Bioinformatics (Universidade de Amsterdã). Na área de pesquisa, tem experiência em sistemática microbiana aplicada à caracterização taxonômica e tecnológica de microorganismos de interesse industrial, e gestão de coleções microbiológicas. As atividades atuais tem como foco o emprego de padrões e protocolos no desenvolvimento de sistemas de informação voltados à disseminação de dados sobre biodiversidade.

  • Dora A L Canhos (Dez 2015 - Dez 2018)
    Diretora Associada

    Dora Canhos é doutora em Política Científica e Tecnológica pelo Instituto de Geociências da Unicamp, com cursos de especialização em administração de projetos e gestão do terceiro setor. Trabalha, desde 1985, com a estruturação de sistemas de informação on-line. Foi coordenadora do projeto BINbr (Rede Brasileira de Informação em Biodiversidade) junto ao Ministério do Meio Ambiente, foi membro do grupo de coordenação do BIOTASP - Biodiversidade do Estado de São Paulo, participou do Grupo de Trabalho de Apoio a Aplicações Comunitárias do Comitê Gestor Internet/Brasil, e coordenou os trabalhos do Grupo de Trabalho Temático: Educação, Conscientização Pública e Intercâmbio de Informação dentro do projeto "Estratégia Nacional de Diversidade Biológica e Relatório para a Convenção sobre Diversidade Biológica" do Ministério do Meio Ambiente. É representante do CRIA no Clearing-House Mechanism Informal Advisory Committee da Convenção sobre Diversidade Biológica (http://www.cbd.int/), desde maio de 2001 e do Steering Committee of the Group on Earth Observations Biodiversity Observation Network - GEO BON (earthobservations.org/geobon.shtml) desde abril de 2009. É membro do External Scientific Advisory Committee da Comisión Nacional para el Conocimiento y Uso de la Biodiversidad - CONABIO, México, desde agosto de 2011.

  • Sidnei de Souza (Dez 2015 - Dez 2018)
    Diretor Associado

    Matemático de sistemas pela Unicamp, trabalha desde 1985 com desenvolvimento de sistemas para disponibilização de informação científica online, atualmente via web, na internet. Foi responsável pelo desenvolvimento e manutenção dos sistemas de informação da Rede Brasileira de Informação em Biodiversidade, BINbr, incluindo seu nó temático informação científica, de Educação Ambiental e do Inter-American Biodiversity Information Network, IABIN. Atualmente é responsável pelo desenvolvimento e manutenção dos sites do Bioline Intenational, do Sistema de Informação de Coleções de Interesse Biotecnológico, SICol, da revista eletrônica Biota Neotropica, e do CRIA. Juntamente com a equipe participa no desenvolvimento do site do Programa Biota/Fapesp.

Associados Efetivos

  • Rubens Naves
  • Márcio de Miranda Santos
  • Rosana Filomena Vazoller
  • Vanderlei Perez Canhos
  • Dora A L Canhos
  • Sidnei de Souza